CALCULADORA (Atualização em 09/01/2022)

Publicado em: 10/01/2022 13:13:51

CONDICIONANTES PARA O RETORNO ÀS ATIVIDADES PRESENCIAIS


Apresentamos os dados epidemiológicos de cada regional da saúde do estado de Rondônia onde se localizam os campi da UNIR. Esses dados são produzidos a partir de informações acerca do número de casos novos, internações e óbitos decorrentes da COVID-19, e mais a cobertura vacinal. O resultado para cada campus deve determinar o quantitativo de pessoas que podem circular pelos espaços da instituição. 

A seguir consta o detalhamento do resultados dos indicadores contabilizados por meio da Calculadora desenvolvida pelos professores Tomás Daniel Menendez Rodriguez e Ana Lúcia Escobar, que está sendo adotada pelo Plano de Biossegurança para estabelecer os critérios para o retorno às atividades presenciais.

 

Conforme dados da semana de 03 a 09 de janeiro de 2022, teríamos a seguinte situação dos campi da UNIR:

 

Campus de Ariquemes = fase 3 (Regional Vale do Jamari)

Campus de Cacoal = fase 2 (Regional do Café)

Campus de Guajará-Mirim = fase 2 (Regional Madeira-Mamoré II)

Campus de Ji-Paraná = fase 3 (Regional Central)

Campus de Porto Velho = fase 3 (Regional Madeira-Mamoré I)

Campus de Presidente Médici = fase 3 (Regional Central)

Campus de Rolim de Moura = fase 2 (Regional Zona da Mata)

Campus de Vilhena = fase 2 (Regional Cone Sul)

 

Verifica-se que nesta semana temos quatro campi na fase 3 (Porto Velho, Ariquemes, Ji-Paraná e Presidente Médici) e quatro campi na fase 2 (Cacoal, Rolim de Moura, Vilhena e Guajará-Mirim). Contudo, em função da proximidade geográfica, o Plano de Biossegurança (p. 15) recomenda que as unidades localizadas nas regionais da Zona da Mata, Café e Central adotem a fase com maiores medidas restritivas. Portanto, se nesse momento estivéssemos com atividades presenciais ampliadas os campi de Presdiente Médici e de Ji-Paraná deveriam usar como critério a fase 2. A regressão de alguns campi em relação às fases, como é o caso de Vilhena, que há dois meses já estava na fase 3, decorre do aumento do número de casos e de internações, média móvel do número de óbitos em alta e a estagnação do registro de vacinados/imunizados.  

Tais informações devem orientar os gestores para que acompanhem as atualizações semanais (incluindo as predições sobre o comportamento da pandemia em Rondônia, publicadas neste site) para efetivarem o retorno presencial das atividades administrativas (PORTARIA Nº 780/2021/GR/UNIR, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2021) e se preparem para o retorno das aulas, a ser definido pelo Conselho Superior Acadêmico.

Neste momento estão em vigência (1) a Resolução nº 358, de 16 de setembro de  2021que trata das atividades da graduação, estabelecendo recesso acadêmico entre 1º e 30 de janeiro de 2022, e (2) a Resolução nº 232, de 06 de agosto de 2020que trata das atividades da pós-graduação. 

Os resultados apurados entre 02 de agosto de 2021 e 09 de janeiro de 2022 podem ser acessados aqui, nos quais apresenta-se a evolução da pandemia em Rondônia, conforme os critérios adotados pelo Plano de Biossegurança, salientando que os dados da última semana devem balizar as decisões e as medidas a serem adotadas pela comunidade universitária.

Fonte: UNIR